Suspeito de série de furtos a estabelecimentos comerciais de Três Lagoas é preso pela Polícia Civil

Diversas diligências realizadas pela 1ª DP culminaram na prisão do autor, de 51 anos

Publicado em
Suspeito de série de furtos a estabelecimentos comerciais de Três Lagoas é preso pela Polícia Civil

TRÊS LAGOAS (MS) – Um homem de 51 anos foi preso pela polícia após ser identificado como possível autor de uma série de furtos realizados em estabelecimentos comerciais de Três Lagoas. O. C. P. foi identificado por testemunhas e imagens de circuitos internos de segurança de alguns estabelecimentos. Esta não é a primeira vez que o homem é preso.

Segundo relata o boletim de ocorrência, os crimes se concentravam no raio entre as ruas Alfredo Justino e João Silva. Após diversas diligências realizadas pela Primeira Delegacia de Polícia (1ªDP), os policiais civis conseguiram identificar o suspeito.

OS CRIMES
Em 09 de outubro de 2019, uma loja na rua Alfredo Justino, no Centro de Três Lagoas teve a caixa registradora furtada. As câmeras de circuito interno do estabelecimento flagraram um indivíduo descalço, com uma chave de fenda e um isqueiro – que utilizou para procurar a caixa registradora – trajando um agasalho de frio, cobrindo a cabeça, com boné e touca. Posteriormente, a caixa registradora foi encontrada por uma moradora da rua João Silva, em frente de sua residência.

No dia 14 de outubro de 2019, uma clínica de fisioterapia foi violada e um aparelho celular foi furtado do interior do estabelecimento comercial.

Em 30 de outubro de 2019, um comércio da Avenida Filinto Muller teve a porta blindex violada. Do interior do estabelecimento, o suspeito levou um aparelho celular e a gaveta do caixa contendo a quantia de aproximadamente R$ 600,00.

No dia 14 de novembro de 2019, por volta das 02h56 câmeras de segurança de um escritório na rua Alfredo Justino, no Centro de Três Lagoas, flagraram um homem - com as mesmas características do suspeito – tentando furtar a bateria de um caminhão. O homem utilizava uma chave de fenda para tentar soltar a bateria, mas não obteve sucesso.

O mesmo escritório teve a porta danificada também em uma tentativa de furto, mas esta não foi flagrada, pois não há câmeras direcionadas para a porta do estabelecimento.

Fonte: Da Redação

Deixe um comentário