Homem que matou Ângela Jorge e atirou na cabeça está sob escolta na Santa Casa

Carlos Roberto Felipe foi encaminhado para a Capital, no último sábado (30), dia seguinte ao crime

Publicado em
Homem que matou Ângela Jorge e atirou na cabeça está sob escolta na Santa Casa

Carlos Roberto Felipe, de 59 anos, está internado sob escolta policial na área verde da Santa Casa de Campo Grande. Na noite da última sexta-feira (29) ele atirou contra a própria cabeça após matar a ex-namorada, a professora Ângela Maria Jorge, de 62 anos, com dois tiros no tórax, em Três Lagoas.

Após o crime ele foi levado para Hospital Auxiliadora, no município, mas encaminhado no dia seguinte (30) a Capital. Seu quadro clínico é estável, no entanto, mais detalhes sobre a internação ainda não serão divulgados, devido ao envolvimento do paciente com o feminicidio. 


Tragédia - O crime aconteceu por volta das 23h. Carlos não aceitava o fim do relacionamento com a vítima e a perseguiu em um baile da terceira idade na Rua Generoso Siqueira, no centro da cidade. Ângela chegou a pedir a um primo que a acompanhasse na saída, mas Carlos a abordou e disse que a levaria. A professora se recusou e deixou o baile. Ela foi perseguida pelo ex, que atirou duas vezes nela e, depois, atirou na própria cabeça.

No carro dele, a Polícia Civil encontrou bilhete em que Carlos dizia: “Foi pela pessoa que tanto amo, mas não fui correspondido”. Carlos chegou ao hospital consciente. Ele sofreu lesão no ouvido direito, o que pode comprometer a audição, mas não corre risco de morte.

Fonte: Campo Grande News

Deixe um comentário