Alunos da Escola Municipal “Gentil Rodrigues Montalvão” recebem atendimento

Recebem atendimento do Programa Saúde na Escola

Publicado em
Alunos da Escola Municipal “Gentil Rodrigues Montalvão” recebem atendimento

Profissionais da Unidade de Saúde da Família do Bairro Santa Luiza estiveram na manhã desta quinta-feira (07) na Escola Municipal “Gentil Rodrigues Montalvão” em mais uma ação do Programa Saúde na Escola (PSE) com o intuito de aferir a saúde física dos alunos de até 10 anos de idade da Unidades Educacional.

Fortalecendo as políticas públicas para o desenvolvimento pleno dos educandos, o programa promove ações voltadas para prevenção de doenças e promoção de saúde para crianças, adolescentes, jovens e adultos da educação pública brasileira e, para manter a efetividade do programa, a articulação entre Escola e Atenção Primária à Saúde, que é a base do PSE.

De início, todas as unidades de saúde seguirão até o final deste mês de outubro realizando acompanhamento antropométrico de todos os alunos de 0 a 10 anos para identificação de má nutrição e obesidade. “Uma vez identificado algum agravo, os pais serão acionados para encaminhar seu filho à Unidade de Saúde de referência do bairro da escola onde estuda e, assim, ter acompanhamento nutricional pela rede”, explicou a diretora da Atenção Básica, enfermeira Andréia Lima.

O diretor da escola ressaltou que a ação é muito importante, pois a maior das crianças ficou confinada em casa durante um período de 1 ano e meio e isso acarretou alguns problemas de saúde onde se destaca a ansiedade que desencadeia para uma alimentação desequilibrada e em excesso. “Percebemos que muitos alunos no retorno das aulas presenciais adquiriram excesso de peso. O programa vem para somar e muito na orientação das crianças e familiares”, comentou.

A secretária municipal de Saúde, Elaine Fúrio, destacou que “o Programa Saúde na Escola trata-se de uma política pública para promover saúde e orientar sobre prevenção de doenças, com um olhar voltado para os estudantes, sendo que esses passam a atuar como multiplicadores de informações, levando o que aprendem na Unidade Escolar para as comunidades onde vivem”.

Fonte: Informações da Assessoria de Comunicação

Deixe um comentário