Azambuja cobra mais investimentos em reunião com ministro dos Transportes

para Três Lagoas

Publicado em
Azambuja cobra mais investimentos em reunião com ministro dos Transportes
O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) esteve em Brasília nesta segunda-feira (6) para cobrar investimentos do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil em Mato Grosso do Sul. Ferrovias, aeroportos e privatização de rodovias federais foram alguns dos assuntos debatidos entre o chefe do Executivo estadual e o ministro Maurício Quintella Lessa. Durante a reunião, Azambuja tratou sobre os incentivos e manutenção da Ferrovia Malha Oeste, que é administrada pela empresa Rumo ALL. Além disso, foi cobrado pelo governador um posicionamento do ministério sobre o programa de investimentos em logística dos aeroportos regionais de Dourados, Coxim, Três Lagoas, Bonito, Costa Rica e Nova Andradina. Outro assunto do encontro foi a retomada, com urgência, do processo de estudos de concessão para duplicação da BR-262 e BR-267, nos trechos entre Três Lagoas e Campo Grande, e Bataguassu e Nova Alvorada do Sul. A finalização das obras da ponte que liga Três Lagoas e o Estado de São Paulo também foram debatidos. No dia 29 de julho deste ano, será realizada a abertura do Seminário "Corredor Biociânico Rodoviário Brasil, Paraguai, Argentina e Chile, Rota Porto Murtinho – Portos Norte do Chile". Aproveitando o encontro desta segunda-feira, Azambuja convidou Maurício Quintella para participar do evento. O ministro confirmou a presença. Segurança nas Fronteiras – Ainda na segunda-feira, o governador de Mato Grosso do Sul se reuniu com o ministro Alexandre de Moraes, da pasta da Justiça e Cidadania. Na ocasião, a segurança nas fronteiras do Estado com a Bolívia e o Paraguai, além das questões indígenas, fizeram parte da pauta da reunião. Participaram do debate também o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padrilha, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, o coordenador da bancada federal do Estado, senador Waldemir Moka e o líder do PSDB na Câmara, o deputado federal Antônio Imbassahy, da Bahia.

Fonte:

Deixe um comentário