Reviravolta no caso Gabi: Irmão suspeito de ajudar a enterrar e matar a irmã viva no lixão é solto

A informação foi divulgada em rede nacional em um programa da Rede Record de televisão

Publicado em
Reviravolta no caso Gabi: Irmão suspeito de ajudar a enterrar e matar a irmã viva no lixão é solto

Uma reviravolta no caso 'Gabi", de apenas 10 anos, que foi enterrada viva em um lixão na cidade de Brasilândia-MS, distante 60 Km de Três Lagoas, foi anunciado nesta terça-feira (25) em rede nacional no programa Cidade Alerta da Rede Record, apresentado pelo jornalista Luiz Bacci.

Segundo a reportagem, o irmão da vítima, de 13 anos, que estava sendo acusado por ajudar a mãe no crime foi solto. 

Segundo Luiz Bacci da Record, ele teria sido coagido por sua genitora e devido os arranhões e outros ferimentos que apresentava em seu corpo, conforme laudo do exame de corpo de delito, tentou fugir na hora do crime e acabou sendo impedido pela mãe. Sob ameaças, presenciou o crime. 

Após o brutal assassinato ocorrido neste final de semana, o menor havia sido levado para a Unidade de Educacional de Internação (UNEI) de Três Lagoas e nesta terça-feira (24), ele ganhou a liberdade. O garoto seguiu para a cidade de Brasilândia e está ao lado do pai biológico que diz acreditar na inocência do filho. 

"Ele pratica esportes, capoeira, estuda e não usa drogas. Eu sabia que meu filho era inocente", disse o pai durante uma entrevista na Rede Record. 

Sua mãe de 30 anos, que é a principal suspeita de ter praticado o crime bárbaro, que chocou todo o País, permanece presa no Presídio Femínino de Três Lagoas e seu padrasto, também segue preso em uma cadeia pública da cidade de Bataguassu-MS, sob suspeita de ter abusado da enteada de 10 anos, morta pela mãe ao ameaçar contar a todos, que estaria sendo abusado por ele. 

 

Fonte: Da Redação com dados e foto: Cidade Alerta MS

00

00

Deixe um comentário