Prefeitura e Comitê reforçam prevenção à COVID-19 após aumento de hospitalizados

O uso máscara de proteção facial agora é obrigatório em locais públicos, sejam eles comércios, logradouros e praças

Publicado em
Prefeitura e Comitê reforçam prevenção à COVID-19 após aumento de hospitalizados

TRÊS LAGOAS (MS) - Com o aumento do número de casos de COVID-19 em Três Lagoas e diversas vagas ocupadas no Hospital Auxiliadora, a Prefeitura Municipal juntamente com o Comitê de Enfrentamento à COVID-19 reforçaram a informação sobre as normas de prevenção à doença.

Hoje (23), no Município, mais 11 casos foram notificados como positivo e o Hospital Auxiliadora já está com 05 leitos de UTI ocupados, sendo eles 02 para confirmados e 03 para suspeitos. Além da enfermaria que está ocupada por 01 caso suspeito.

O uso máscara de proteção facial agora é obrigatório em locais públicos, sejam eles comércios, logradouros e praças. "Além disso, é importante que as pessoas se previnam com o uso de álcool em gel e lavem as mãos constantemente", afirmou Angelina Zuque, secretária Municipal de Saúde.

Evitar aglomeração também é uma recomendação do Comitê e está previsto em Decreto Municipal. Na Lagoa Maior, por exemplo, está proibida a presença de grupos de mais de seis pessoas. O toque de recolher, definido para a partir das 00h, também auxilia para o controle de possíveis aglomerações noturnas, que podem causar a proliferação da doença.

"O Comitê se reúne semanalmente para definir as regras para os próximos dias em diversos setores. Estamos preocupados com a questão financeira dos três-lagoenses, mas não podemos deixar de priorizar a saúde", concluiu Cassiano Rojas Maia, integrante do Comitê.

Restaurantes, lanchonetes e bares precisam seguir normas rígidas de organização, como distanciamento de 2 metros entre as mesas, número máximo de seis pessoas por mesa, a não permanência de pessoas sem máscara, e a disponibilização de álcool em gel, além a lotação máxima de 60% do permitido no local.

As equipes da Vigilância Sanitária estão trabalhando para a fiscalização do cumprimento das normas. Com o apoio da Polícia Militar, Civil, Ambiental, Corpo de Bombeiros e Promotoria Pública, as fiscalizações acontecem até mesmo em alguns finais de semana.

"É importante que a população entenda que tudo o que vem sendo feito é para que consigamos manter baixo o número de casos e principalmente de óbitos em Três Lagoas devido à COVID-19. Com cada um se atentando aos cuidados necessários conseguiremos voltar ao normal em breve", concluiu Angelina Zuque.

Fonte: Da Redação

Deixe um comentário