Mulher esfaqueada por pastor grava vídeo e se emociona ao agradecer as orações da população três-lagoense

O vídeo está disponível no facebook da página do TL Notícias

Publicado em
Mulher esfaqueada por pastor grava vídeo e se emociona ao agradecer as orações da população três-lagoense

TRÊS LAGOAS: Regiane Cales de 41 abos, que sofreu uma tentativa de feminicídio neste mês, em que o atual marido é suspeito do crime e ainda por ter cometido o crime de infanticídio, recebeu alta do Hospital Auxiliadora e segue em recuperação em sua casa.

Regiane se emocionou ao agradecer as orações de todos os três-lagoenses, dizendo que as palavras de carinho foram positivas para sua recuperação.

Em seu vídeo, ela disse que não quer mais comentar sobre o ocorrido e sim, agradecer a todos os três-lagoenses pelo carinho. O vídeo está disponível no facebook da página do TL Notícias.

A PRISÃO

A Justiça de Mato Grosso do Sul decretou a prisão preventiva do de pastor de 44 anos, que esfaqueou o pescoço da mulher grávida de 28 semanas na madrugada de terça-feira (dia 10), em Três Lagoas. O bebê nasceu vivo, mas morreu 3 horas depois. A vítima continua internada no Hospital Auxiliadora.

Ao manter a prisão do pastor, o juiz Rodrigo Pedrini Marcos, da 1ª Vara Criminal do município, citou caso de violência doméstica cometida pelo autor no ano passado.

INTERNADA

Internada há vários dias, a vítima que chegou a sofrer parada cardiorrespiratória e foi submetida a cesárea de emergência, apresentou melhora no quadro clínico e saiu da UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

Crime - O caso aconteceu na madrugada de dia 10 deste mês, na Rua Copaíba, em Três Lagoas, no apartamento onde o casal vivia, com as duas filhas do primeiro casamento da vítima.

Os dois moravam juntos há pouco mais de 6 meses, segundo relatos de vizinhos à polícia. Jorge foi autuado por feminicídio na forma tentada e por aborto sem consentimento da gestante. Ele trabalha como pedreiro, mas disse em depoimento que também é pastor.

Fichado - O acusado já esteve preso por tentativa de homicídio, no passado. Em interrogatório, o homem afirmou ter esfaqueado duas pessoas no ano de 1998. Segundo revelou à polícia, na ocasião, dois homens tentaram agredi-lo e, por isso, alegou ter se defendido com uma faca, ferindo a dupla.

Pela tentativa, Jorge acabou sendo absolvido.  A ficha de antecedentes criminais de Jorge ainda tem registro de violência doméstica, por ameaça, registrado no mês de junho de 2019, por sua companheira, na ocasião. 

 

 

Fonte: Da Redação / Campo Grande News

960

O infrator disse que https://www.tlnoticias.com.br/noticia/mulher-esfaqueada-por-pastor-grava-video-e-se-emociona-ao-agradecer-as-oracoes-da-populacao-tres-lagoense

Deixe um comentário