Gaeco e Bope buscam traficantes que atuam no refino e distribuição de cocaína em SP e MS

Em Três Lagoas foram presas duas pessoas. Uma delas estava foragida ao menos 10 anos e neste período usava identidade falsa

Publicado em
Gaeco e Bope buscam traficantes que atuam no refino e distribuição de cocaína em SP e MS

TRÊS LAGOAS (MS) – Duas pessoas foram presas na manhã desta terça-feira (17) em Três Lagoas (MS), suspeitas de integrar uma organização criminosa que atua no refino e distribuição de cocaína e pasta base nos estados de Mato Grosso do Sul (MS) e São Paulo (SP). A Operação acontece simultaneamente em sete cidades nos dois estados.

Equipes do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) e do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) participam desta operação. De acordo com o Ministério Público Estadual, o objetivo é prender um grupo que pegava cocaína em Corumbá (MS), refinava em outras cidades de MS e distribuía ao estado de São Paulo.
 
Além de Três Lagoas, Campo Grande (MS) e outras três cidades sul-mato-grossenses, além das cidades paulistas de Birigui e Campinas, foram alvo desta operação.

Em Três Lagoas foram presas duas pessoas. Z. S. B. (48) e A. T. F. (51). Um deles estava foragido ao menos há 10 anos e neste período usava identidade falsa. Também foram presas pessoas em Corumbá e Ribas do Rio Pardo (MS).
 
Ao todo, foram expedidos 20 mandados de prisão, sendo que 18 deles são para prisões preventivas – aquela sem tempo determinado – e dois para prisões temporárias – com prazo de 5 dias, podendo ser prorrogado por igual período. 20 mandados de busca e apreensão também foram expedidos.

Vários suspeitos foram presos, entre eles, na cidade de Campinas (SP), uma das filhas de Gerson Palermo. Palermo foi um dos alvos da Polícia Federal (PF) em março de 2017. Ele foi condenado a 59 anos e 9 meses de prisão pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico de drogas e lavagem de dinheiro.
 
Com um dos presos na operação foi apreendido R$ 112 mil e uma arma de fogo.

Fonte: G1

 - Foto 1

Deixe um comentário