Escola do Santa Rita recebe equipe do CCZ para prevenção da Leishmaniose

Os personagens da Promoção em Saúde da SMS, o "Cão" e a "Mosquita" entregaram as crianças material informativo sobre Leishmaniose e Posse Responsável de Cães e Gatos

Publicado em
Escola do Santa Rita recebe equipe do CCZ para prevenção da Leishmaniose

TRÊS LAGOAS (MS) - Uma equipe do Centro de Controle de Zoonoses – CCZ, setor da Diretoria de Vigilância em Saúde e Saneamento da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Três Lagoas, esteve no período da manhã e no período da tarde desta sexta-feira (19), na Escola Municipal Professora "Flausina de Assunção Marinho", no Bairro Santa Rita.

Com o apoio e prévio consentimento da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SEMEC), através da diretora da escola, Eva Torres Lata do Nascimento, a equipe do CCZ contou também com a participação do Setor de Promoção da Saúde, coordenado por Waldir José de Souza.
 
Nos dois períodos, com a presença e animação dos personagens da Promoção em Saúde da SMS, o "Cão" e a "Mosquita", os alunos receberam variado material informativo sobre Leishmaniose e Posse Responsável de Cães e Gatos, atingindo mais de 500 alunos, dos 04 aos 12 anos de idade.

No material educativo, a mensagem de que "Prevenção é a Melhor Solução" orienta e educa a criançada sobre o que é Leishmaniose e o que é "Posse Responsável", ou seja, "o que é ser um bom guardião" de cães e gatos de estimação, evitando que fiquem doentes.

"As crianças são nossos principais aliados na luta de enfrentamento à Leishmaniose e outras doenças que prejudicam a saúde dos nossos animaizinhos de estimação", disse o coordenador do CCZ, médico veterinário Everton Ottoni.
"São as crianças que irão levar nossa mensagem às suas casas, lembrando o pai e a mãe da obrigação de cuidar do seu cãozinho e do seu gatinho", completou o veterinário do CCZ.
 
"A equipe do CCZ nos procurou e solicitou esta ação de educação em saúde e prevenção. É muito importante este trabalho de prevenção de doenças, já que tivemos dois casos de Leishmaniose no Bairro", comentou a diretora Eva.

Fonte: Assecom

 - Foto 1

Deixe um comentário