Em Dourados, “Tiozão” que usava arma de brinquedo é preso após série de assaltos

Ele foi preso na casa de um conhecido na região oeste da cidade por agentes do SIG (Setor de Investigações Gerais)

Publicado em
Em Dourados, “Tiozão” que usava arma de brinquedo é preso após série de assaltos

Marcio Silva Gialdi, acusado de série de assaltos no comércio, foi preso nesta quarta-feira (14) em Dourados, a 233 km de Campo Grande. Aos 47 anos, o “tiozão do crime” praticava os roubos usando uma pistola de plástico preta, idêntica a uma arma de verdade.

Ele foi preso na casa de um conhecido na região oeste da cidade por agentes do SIG (Setor de Investigações Gerais), da Polícia Civil. Entre as vítimas dos assaltos estão duas mulheres que caminhavam na região do Jardim Novo Horizonte, uma loja e duas sorveterias no Centro.

Conforme o delegado Rodolfo Daltro, o SIG chegou a Marcio após as vítimas informarem que o assaltante era homem com idade próxima dos 40 anos e que sempre usava uma moto prata. Para tentar despistar, ele trocava frequentemente de capacete. Cinco diferentes foram encontrados no local da prisão.

Ao checar informações sobre presos nos últimos tempos por assalto, os policiais descobriram que Marcio Gialdi tinha conseguido liberdade em julho deste ano. Justamente após a liberdade dele, começaram os assaltos praticados por bandido com as mesmas características físicas.

Além disso, Marcio deixou de cumprir medidas cautelares impostas para a liberdade provisória e teve a prisão decretada novamente pela Justiça. Ao ser preso hoje, ele confessou os assaltos.

Em dezembro do ano passado, Marcio foi preso quando tentava assaltar um hotel na Rua Toshinobu Katayama, no Centro. Armado, ele invadiu o local e pediu dinheiro, mas o recepcionista reagiu, tomou o revólver e o dominou com coronhadas na cabeça. 

Fonte: Campo Grande News

00

Deixe um comentário