Cartório Eleitoral amplia horário de atendimento na reta final da biometria

A partir desta quarta-feira (11) até o dia 8 de outubro, o Cartório Eleitoral de Três Lagoas estará aberto das 8h às 18h, de segunda a sexta-feira. Nos sábados dias 14 e 21 de setembro, o Cartório Eleitoral estará aberto das 8h às 14h.

Publicado em
Cartório Eleitoral amplia horário de atendimento na reta final da biometria

TRÊS LAGOAS (MS) - Os três-lagoenses terão até dia 8 de outubro de 2019 para a revisão de eleitorado e a coleta de dados biométricos.

E com a aproximação do prazo final, o Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul, por meio da juíza da 9ª Zona Eleitoral divulgou o horário estendido de atendimento para os eleitores.

Desse modo, a partir desta quarta-feira (11) até o dia 8 de outubro, o Cartório Eleitoral estará aberto das 8h às 18h, de segunda a sexta-feira. Nos sábados dias 14 e 21 de setembro, o Cartório Eleitoral estará aberto das 8h às 14h.

A campanha faz parte da meta o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de cadastrar todos os brasileiros biometricamente até 2020, visando maior segurança nas eleições municipais. O Cartório Eleitoral salienta que o recadastramento é obrigatório e adverte que o não comparecimento para esta convocação ocasionará no cancelamento do título de eleitor.

LOCAL

Para realizar a revisão de dados biométricos, o eleitor deverá comparecer à Sede do Fórum Eleitoral de Três Lagoas, com endereço na rua Alfredo Justino, 1.100 – Centro.

O atendimento se dará por ordem de chegada ou agendamento no site do TER/MS, a critério dos eleitores. Quem não puder ficar esperando nas filas, ou quiser mais comodidade ao ser atendido, pode agendar o horário de comparecimento através do site do TRE (Clique Aqui).

Basta o eleitor preencher a ficha de identificação e agendar um horário para ser atendido no Cartório Eleitoral.
 
Agendamento de horários podem ser feitos através do site do Tribunal Regional Eleitora, no link da matéria. Imagem: Reprodução / Site TRE

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS (original e cópia)

Para o cadastro, deverão ser apresentados, obrigatoriamente, original e cópia de documento pessoal oficial e um comprovante de endereço, dentre os abaixo relacionados:

Documentos Pessoais (original e cópia)

I – Carteira de identidade ou carteira emitida pelos órgãos criados por lei federal,, controladores do exercício profissional;

II – Carteira de Trabalho e Previdência Social – CTPS;

III- Certificado de quitação do serviço militar;

IV – Passaporte modelo que contenha informação da filiação (o modelo de passaporte que não contenha dados da filiação do requerente somente será aceito desde que acompanhado de documento que contenha essa informação);

V – Carteira nacional de habilitação-CNH e sua versão digital (e-CNH) (para o caso de alistamento, deve estar acompanhada de outro documento, pois não contém a nacionalidade);

VI – e-Título (somente com foto);

VII – Na falta de documento público com foto, poderá ser apresentada certidão de nascimento ou casamento extraída do registro civil ou emitidas pela FUNAI.

Documentos para comprovação de residência

Comprovantes emitidos ou expedidos nos últimos doze meses anteriores ao início do processo revisional:

Conta de água;
Conta de luz;
Conta de telefone fixo;
Conta de celular;
Conta de provedores de internet ou TV a cabo;
Carteira de trabalho assinada;
Carteira de posto de saúde/SUS, com a indicação do município;
Contrato de locação de imóvel;
Documento de veículo;
Declaração anual do produtor rural;
Documento do INCRA;
Comprovante de associação sindical;
Cadastro de matrícula em escola/faculdade/universidade;
Correspondência de estabelecimento comercial;
Fatura do cartão de crédito;
Intimação/citação/notificação das Justiças Estadual/Federal;
Certidão de matrícula imobiliária;
Declaração de imposto de renda;

PRIMEIRO TÍTULO E TRANSFERÊNCIA

Para o primeiro título e transferência de domicílio eleitoral o eleitoral o eleitor deverá comparecer com documento pessoal (original e cópia) e comprovante de domicílio original.

Nos casos de primeiro título para homens maiores de dezoito anos deverá ser apresentado também o comprovante do alistamento militar (original e cópia).

CANCELAMENTO DO TÍTULO

De acordo com a chefe de Cartório da 9ª Zona Eleitoral de Três Lagoas, o não comparecimento para o recadastramento acarretará no cancelamento do título de eleitor.

Durante o processo de cancelamento há ainda um prazo para homologação da revisão, se nesse prazo a pessoa necessitar que uma quitação ela poderá ter prejuízo, como para retirar passaporte, financiamento, matrícula em faculdade, contratação para emprego.

O cadastro eleitoral é interligado com o cadastro da Receita Federal, sendo assim, a negatividade também é estendida.

 

Fonte: Rádio Caçula com informações do TRE-MS

Deixe um comentário