09/02/2015 05h44 - Atualizado em 09/02/2015 05h44

Suspeito de estuprar mulher é morto com golpes de chave de fenda e pauladas

O mesmo homem é acusado de ter praticado um estupro em janeiro deste ano e mediante a suspeita, teria sofrido uma tentativa de homicídio no dia 13 do mesmo mês

Por: Marco Campos e Celso Daniel
 

Um homem conhecido como “Coquinho” foi morto na madrugada desta segunda-feira (09) no bairro Vila Nova em Três Lagoas.

O homicídio aconteceu às 04h40min no cruzamento das Ruas Wilson Carvalho Viana e Elvirio Mário Mancini e foi atendido e registrado pela Polícia Militar. Conforme a informação de vizinhos, eles – moradores - foram acordados com barulhos de gritos e pancadas, como se alguém estivesse sendo espancado.

Ao averiguarem a situação, notaram que duas pessoas a- ainda não identificadas – estariam em cima de uma pessoa e após alguns minutos, saíram do local correndo.

Os moradores acionaram o resgate que enviou ao local duas viaturas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e mesmo com a tentativa em reanimar a vítima, mas não obtiveram êxito, constatando o óbito do homem no local.

O homem foi morto próximo ao local onde o corpo foi encontrado, a menos de 30 metros do local onde dormia, em um quarto nos fundos de um imóvel.

COMO A VÍTIMA FOI MORTA

Próximo ao corpo, a polícia encontrou um pedaço de madeira e uma chave de fenda com vestígios de sangue que podem ter sido usados no crime.

Aparentemente, a vítima identificada como G. M foi morto com várias pauladas na cabeça e mais de 10 perfurações causadas pelo objeto contundente que atingiram seu pescoço, tórax e barriga.

PERÍCIA E IMOL

A Polícia Científica (Perícia) foi informada sobre o caso e foi ao local, colhendo provas para obter informações que possam chegar à autoria do crime.

O homem foi removido pela funerária plantonista ao Instituto de Medicina e Odontologia Legal (IMOL) de Três Lagoas e após a necropsia, será liberado para seus familiares realizarem o funeral. O caso foi registrado na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (DEPAC.

 

SUSPEITO DE TER PRATICADO UM ESTUPRO

Às 04h30min do dia 10 de Janeiro deste ano, “Coquinho” foi apontado como suspeito de ter praticado um crime de estupro contra uma jovem 24 anos que foi encontrada agonizando depois de sofrer uma tentativa de homicídio na madrugada daquele sábado. O crime teria ocorrido em um terreno abandonado na Rua Josino da Cunha Viana, quase na esquina com a Avenida Eloy Chaves no Bairro Vila Nova em Três Lagoas.

Informações colhidas no dia pela reportagem indicaram que uma pessoa que mora próximo ao local ouviu pedidos de socorro e ao verificar o que estava acontecendo, saiu de casa e foi até um terreno abandonado, encontrando uma pessoa caída em meio à vegetação que estaria seminua e agonizava de dores.

A vítima estava com a roupa levantada e apenas com a peça íntima (calcinha) e apresentava sangramento na região da cabeça, causada por um golpe de bloco. No dia do fato, a mulher foi levada ao Hospital Auxiliadora e sobreviveu.

ESCAPOU DE MORRER EM JANEIRO DESTE ANO

Possivelmente pelo suposto crime de estupro praticado por ele, três dias depois, no dia 13 de Janeiro de 2015, “Coquinho” também foi espancado e deixado caído em via pública.

Na ocasião, a tentativa de homicídio teria ocorrido às 22h30min no cruzamento entre as Ruas Elvírio Mário Mancini e Rua Manoel Ferreira da Rocha no Bairro Vila Nova, na mesma região onde ele foi encontrado caído na madrugada desta segunda-feira (09).

Naquele dia, as informações indicaram que e a vítima estaria falando ao celular – parado ao lado de uma motocicleta Honda/Biz de cor azul – quando duas pessoas chegaram em outra motocicleta e chamaram o homem pelo apelido.

Ao responder, a pessoa que estava como passageiro desceu da moto e desferiu vários golpes contra a cabeça de “coquinho” que caiu e começou a ser espancado com socos e chutes. Ao lado de “Coquinho” foi encontrado entre os pertences dele um “cachimbo” artesanal utilizado para o consumo de crack.

(1) Comentário

Restam caracteres. * Obrigatório
Digite as 2 palavras abaixo separadas por um espaço.
 

Uma pena, um rapaz que teve todas condições familiares e financeiras de eeducação, frequentou boa escolas, mas dede adolescente ja pendia para o lado errado, para sofrimento da familia q fez de tudo para recupera-lo.

 
Marcio em 11 de fevereiro de 2015 às 20:01