02/10/2018 20h19 - Atualizado em 02/10/2018 20h19

Médico de Três Lagoas é destaque nacional em série de reportagem da Globo


Por: Da Redação com fotos de TL Notícias
 
Foto: Reprodução Foto: Reprodução

A série de reportagens especial veiculada no Jornal Nacional durante esta semana mostra os cinco principais sonhos que o cidadão quer no Brasil do futuro e dentre as mais citadas pela população, saúde é uma delas e Três Lagoas foi a cidade escolhida para representar o país nesta categoria.

Três Lagoas ocupa o 5º lugar no ranking da saúde de melhor qualidade de Mato Grosso do Sul e é o 476º lugar na classificação nacional.

A matéria foi ao ar nesta segunda-feira (1) e trouxe como destaque o médico e coordenador do programa de saúde da família do distrito rural de Arapuá, Dr. Rodrigo Gatto, profissional querido por seus pacientes e a representação de um médico que veste a camisa de um SUS (Sistema Único de Saúde) eficiente.

Em sua entrevista, o Dr. Gatto disse que 95% dos atendimentos são solucionados na própria unidade de saúde que coordena e apenas os casos de média e alta complexidade são encaminhados para o hospital, o que diminuiu as filas e desafogou o pronto socorro.

Para o estudioso do Sistema de Saúde e diretor da faculdade de saúde da USP (Universidade de São Paulo), Oswaldo Tanaka, o uso da tecnologia é apenas uma parte do processo, o médico precisa escutar mais as pessoas e tentar entender qual o problema que depende de um conselho ou uma orientação e qual realmente depende de uma tecnologia. Para Tanaka, a postura do Dr. Gatto é essencial para o bom funcionamento do SUS.

Os casos que precisam de um atendimento especial são encaminhados para o Hospital Auxiliadora, local onde o Dr. Gatto também atua. A unidade atende 10 municípios da região e o bom funcionamento, de acordo com a gerente de qualidade do Hospital, Daniela Mekaru, o estudo de portarias, programas de governo e a prestação de contas com seriedade é o caminho para captar recursos e aprimorar o atendimento.

Dr. Gatto, disse que sua maior satisfação é conseguir resolver o problema do doente e ter o reconhecimento do paciente que foi curado.