18/07/2018 13h25 - Atualizado em 18/07/2018 13h25

Placas de informação são instaladas no Jardim de Plantas Aquáticas


Por: Assecom
 

O Jardim de Plantas Aquáticas da Lagoa Maior de Três Lagoas acaba de receber placas informativas por parte da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Agronegócio (SEMEA) e Empresa Metalfrio Solutions S.A.

Duas placas foram fixadas no local na manhã desta quarta-feira (18), pela equipe da SEMEA e representantes da Metalfrio, destacando o que é o jardim e quais espécies estão no local. O monjolo também teve sua história e utilidade escritas na chapa.

O fiscal ambiental da SEMEA, Flávio Fardin, acompanhou o trabalho e disse que a ação preza pela informação ao cidadão. "Muita gente ainda se pergunta sobre o jardim, o que é e porque está cercado. As placas ajudam os frequentadores a entender sobre as plantas existentes, nomes populares e científicos, assim como sobre o monjolo, que construímos recentemente", explicou.

Ambas as chapas foram doadas pela Metalfrio, que é sempre parceira de ações junto à secretaria. "A Empresa tem uma política de responsabilidade ambiental e social junto à comunidade. Estamos constantemente somando em eventos e questões ecológicas com a SEMEA, com foco na conscientização, preservação e sustentabilidade", salienta o engenheiro coordenador de meio ambiente da empresa, Fernando Suares da Silva.

O Jardim de Plantas Aquáticas recebeu as primeiras mudas em fevereiro deste ano. Foram plantadas várias espécies nativas de lagos e áreas encharcadas, para compor a paisagem natural da Lagoa Maior. O monjolo foi construído em junho e resgata a tradição e encanto de um artefato agrícola, antigamente utilizado para socar grãos.