10/02/2018 16h02 - Atualizado em 10/02/2018 16h02

Mulher morta a tiros pelo marido já tinha sido esfaqueada antes pelo mototaxista


Por: Midia Max
 

Antes de ser morta nesta sexta-feira (9) a tiros pelo ex-marido, Marcos Sérgio da Silva Castro de 48 anos, Larissa Souto Pereira Freitas de 42 anos já tinha sido esfaqueada no abdômen, no ano passado, no dia de seu aniversário, na cidade de Três Lagoas.

Em maio do ano passado, no dia de seu aniversário, Larissa foi surpreendida pelo ex-marido em sua residência que queria conversar com ela. Eles ficaram conversando dentro do carro, quando Marcos Sérgio acabou arrancando com o veículo em alta velocidade sequestrando a ex-mulher.

Larissa tentou sair do carro puxando o freio de mão, mas foi segurada por ele pelo braço. Em seguida foi esfaqueada no abdômen por ele, que não disse que a ex-mulher não ficaria com mais ninguém.

Policiais que passavam pelo local perceberam a ação e abordaram o casal, sendo que o homem foi levado para a delegacia de polícia.

 

O crime

Nesta sexta-feira (9) Marcos Sérgio matou Larissa com três tiros cometendo suicídio depois com um tiro no peito. O crime foi cometido na frente do filho do casal, de 22 anos. Larissa Souto Pereira de Freitas chegava em casa, momento em que houve uma discussão com o ex-marido Marcos Sérgio Castro.

Com a mesma arma, um revólver calibre 38, Marcos cometeu o suicídio minutos depois. O casal estava separado há alguns meses e o mototaxista desejava reatar.

Ela chegou a ser socorrida com vida pelo Corpo de Bombeiros e Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). Ela não resistiu aos ferimentos e morreu poucos minutos de dar entrada no hospital Nossa Senhora Auxiliadora.

Outro crime

No dia 14 de janeiro, também em Três Lagoas, Halley Coimbra Ribeiro Junqueira, de 38 anos foi assassinada à tiros pelo seu ex-marido Renato Bastos Ottoni, de 62, no bairro Jardim Santa Júlia. O homem, que também não concordava com a separação, se matou em seguida com a mesma arma.