21/10/2018 18h20 - Atualizado em 21/10/2018 18h20

Integrante de quadrilha morto em troca de tiros com PM seria do PCC


Por: Midia Max
 
Foto: Rádio Caçula Foto: Rádio Caçula

Bruno Henrique de Souza Vicente, de 26 anos, que morreu em uma troca de tiros com a Polícia Militar, em Três Lagoas seria integrante da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital).

Três pessoas foram presas na última quinta-feira (18), na troca de tiros com os militares. Segundo o delegado, Marcilio Ferreira Leite, disse que indícios levam a crer que o bando faria parte da facção criminosa PCC, devido a tatuagens, terminologias e outras características dos suspeitos.

"Ainda não foi possível levantar a ficha deles, já que dois estavam com documentos falsificados", disse o delegado. Bruno foi identificado pela mãe por causa das tatuagens que tinha no corpo. Foram presos Antônio Gomes Silva, de 58 anos, Rafael Henrique Calvo, de 35 anos e Rodrigo Paranhos dos Santos, de 33 anos.