04/12/2018 14h22 - Atualizado em 04/12/2018 14h22

Em Três Lagoas, Bombeiros controlam incêndio criminoso no centro da Cidade


Por: ArapuáMS
 

Através do telefone 193, um varredor de rua acionou o Corpo de Bombeiros de Três Lagoas, na madrugada desta terça-feira (4) para atender ocorrência de incêndio em uma residência na rua Oscar Guimarães, no centro de Três Lagoas. A casa está localizada aos fundos de uma loja que comercializa aparelhos celulares. A loja de celulares também foi atingida pelas chamas.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o que contribuiu para a propagação do incêndio foram as chamas terem atingido rapidamente o teto de forro de madeira da residência.

Os militares precisaram destruir o portão de um terreno baldio ao lado do comércio, para apagar o fogo. Ninguém se feriu. Segundo informações de testemunhas, o imóvel que pertence a uma idosa estaria vazio. Os tetos do escritório e do estoque da loja ficaram completamente destruídos.

Foram utilizados cerca de 6 mil litros de água, sendo necessário o reabastecimento do caminhão de incêndio. Todo o trem de socorro – unidade de resgate, caminhão de salvamento e incêndio – foi empenhado para o combate das chamas.

Segundo os Bombeiros, não havia ninguém na casa que é monitorada por sistema de câmeras que envia as imagens diretamente ao proprietário quando detecta movimento. Uma pessoa se apresentou no local por envio do dono da residência, que está em viagem, relatando haver imagens de uma pessoa aos fundos do local.

O gerente da loja de aparelhos celulares disse à polícia que possivelmente teria ocorrido uma tentativa de furto no comércio. O local possui câmeras de monitoramento, porém, foi totalmente destruído pelo fogo.

O proprietário do estabelecimento ainda não contabilizou os prejuízos. Também não foi possível saber se alguma coisa foi furtada na ação dos bandidos.

Há cerca de um mês, o mesmo estabelecimento comercial foi invadido e os bandidos levaram mais de R$ 2 mil em dinheiro e 20 aparelhos celulares.

Até o momento, nenhum dos invasores foi localizado pela polícia. O caso será investigado pela 1ª Polícia Civil.