10/07/2015 18h51 - Atualizado em 10/07/2015 18h51

Defensores da causa animal são homenageados em sessão solene


Por: Da Redação com fotos de TL Notícias
 

Em sessão solene realizada na noite de quarta-feira (8), a Câmara Municipal homenageou, por propositura do vereador Beto Araújo, diversas autoridades e pessoas ligadas a instituições que atuam na área da defesa e proteção animal.

Receberam moção de congratulação pelo apoio no atendimento à causa, os promotores de Justiça, Antônio Carlos Garcia de Oliveira, Daniela Araújo Lima da Silva e Rosana Sueli Funari, assim como os comandantes do 2º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Wilson Sérgio Monari, e do 5º Grupamento de Bombeiros, tenente-coronel Marcelo Dias.

Também foram homenageados integrantes do SOS Gatos Castrados de TL; integrantes do grupo Protetoras de TL; Joana D´Arc Ribeiro; Juliana Baccaro; Demilson de Jesus Chagas; Diego de Paula Mazetti; Gustavo Pereira Ruiz; Janaina Jeneffer da Silva; Vanilda Ferreira da Silva; Hugo Nogueira Faria; Vânia Lúcia Amado; Renata Gama e Guimaro Moura; Edmilson de Assis Fernandes de Oliveira; Antônio Augusto Rodrigues, pessoas que, voluntariamente estão envolvidas com a causa.

Beto Araújo ainda concedeu moções de congratulação a pessoas que atuam na causa animal em nível estadual e nacional: Ângela Caruso recebeu a honraria em nome dos deputados estaduais de São Paulo, Roberto Trípoli e Feliciano Filho, reconhecidos ativistas na causa animal, que acompanham a auxiliam o trabalho do vereador três-lagoense. Ela própria, que é assessora de Trípoli, presidente da ONG Quintal de São Francisco e palestrante do Fórum Nacional de Defesa Animal, também foi homenageada.

Ainda foram agraciados os advogados Maria Lúcia Metello e Wagner Leão do Carmo, de Campo Grande, responsáveis por ação civil que resultou na proibição da eutanásia obrigatória para cães com leishmaniose. André Luis Soares da Fonseca, professor da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, respeitado por seus estudos sobre prevenção à leishmaniose e tratamento dos cães também recebeu moção de congratulação.

A solenidade foi prestigiada por diversas autoridades, como a prefeita Márcia Moura, secretários municipais e pelos vereadores Sirlene da Saúde, Jorginho do Gás, Jorge Martinho e Idevaldo Claudino.

Reuniões

Durante o dia, antes da solenidade, o vereador Beto Araújo articulou a realização de reuniões para discutir demandas da causa animal em Três Lagoas. Com a prefeita Márcia Moura, a secretária municipal de Saúde, Eliane Brilhante, representantes da Secretaria Estadual de Saúde, Ângela Caruso, André Fonseca Maria Lúcia Metello e Wagner Leão discutiram a implantação de programa público gratuito e permanente de controle reprodutivo de cães e gatos e novas metodologias de atuação no Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), quanto ao combate da leishmaniose e à opção de que cães doentes sejam tratados e não somente submetidos à eutanásia.

Já com o promotor de Meio Ambiente, Antônio Carlos Garcia de Oliveira, foi discutida, principalmente, a questão da proibição da eutanásia obrigatória, visando suspender a prática em Três Lagoas, a exemplo do que já foi determinado pelo Tribunal Regional Federal, em Campo Grande.

Resultados

Durante a sessão solene, a prefeita Márcia Moura fez pronunciamento se comprometendo a tomar novas medidas, na administração municipal, visando a defesa e a proteção dos animais. “Deixo aqui o meu compromisso e minha culpa pelo que ainda não foi feito, mas todo tempo é tempo de reflexão. Hoje é o começo desta nova trajetória que a Secretaria de Saúde trilhará em benefício e proteção dos gatos e cachorros”, afirmou a prefeita, se referindo ao entendimento de que, junto com o pesquisador da UFMS e com Ângela Caruso, sejam estudados e desenvolvidos projetos para implantar a castração gratuita permanente, no município, e para fazer trabalho piloto de prevenção à leishmaniose, com aplicação de repelente nos animais.

Já o promotor de Meio Ambiente, Antônio Carlos Garcia de Oliveira, homenageado na noite de hoje, também fez uso da palavra e relatou ter acatado denúncias de Beto Araújo, sobre a forma de eutanásia de cães com leishmaniose no Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Três Lagoas, abrindo ação civil pública contra a prefeitura. Ele disse que o problema não é desta administração apenas, mas que já teve reunião com o novo diretor do CCZ, solicitando que sejam adotadas novas técnicas de combate às doenças dos animais, não só com o uso de injeção letal, mas que seja dado tratamento humano a eles.