02/02/2015 19h35 - Atualizado em 02/02/2015 19h35

Boxer tem dia de fúria e ataca o próprio dono em residência na Rua 15 de Junho

A mulher do comerciante informou com exclusividade ao portal TL Noticias que o cachorro está tendo um comportamento estranho e que neste domingo também atacou um cliente do bar que por sorte, não saiu ferido

Por: Marco Campos
 

O comerciante Ademar Jesus Bernardes de 61 anos foi atacado pelo próprio cachorro em um ataque de fúria. O caso ocorreu por volta das 19h15 desta segunda-feira (02) na residência da vítima, que reside nos fundos de um bar na Rua 15 de Junho no bairro Nossa Senhora Aparecida, em Três Lagoas.

Clientes que estavam no bar e sua esposa o ajudaram no socorro e conseguiram extinguir o ataque. A vítima conhecida na região como “Ademar do bar”, teve que receber atendimentos médicos do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e devido os ferimentos profundos em sua cabeça, foi removido a Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

A mulher do comerciante informou com exclusividade ao portal TL Noticias que o cachorro está tendo um comportamento estranho e que neste domingo (01), também atacou um cliente do bar que por sorte, não saiu ferido.

“hoje ele voltou a ter este ataque de fúria e atacou meu marido no quintal aqui de casa. Amanhã vou ligar para o Centro de Zoonoses do município para levar este cachorro e retirar ele de casa”, desabafou a mulher.

(3) Comentários

Restam caracteres. * Obrigatório
Digite as 2 palavras abaixo separadas por um espaço.
 

Entre tudo o que foi dito só esqueceu de citar que o cachorro passa fome , vive cheio de carrapato que por sinal é tanto que sobe até nos muros , apanha muito , vive amarrado e quando passam remédio para matar o carrapato é impróprio e quase mata o cachorro .Até acho que demorou muito para o cachorro ter esse comportamento agressivo.

 
Luana em 03 de fevereiro de 2015 às 08:06

cachorro que é criado feito monstro as vezes se comporta como monstro!
não sei esse caso, mas geralmente o inocente da história é o cachorro que acaba saindo como vilão.

 
Fábio em 03 de fevereiro de 2015 às 06:58

Ainda bem que não é um pit Bull, para um monte de imbecis não ficarem criticando a raça! sinto pelo senhor atacado, mas serve para mostrar que qualquer cão pode atacar, independente da raça ou do porte!

 
Douglas em 03 de fevereiro de 2015 às 06:18